Calle Soriano

O ruído das coisas ao cair

Posted in Literatura by iurimuller on 27 de maio de 2013
Alfaguara, 2013. Tradução de Ivone Benedetti.

Alfaguara, 2013. Tradução de Ivone Benedetti.

“Naqueles dias minha cidade começava a desprender-se dos anos mais violentos de sua história recente. Não estou falando da violência de facadas ordinárias e tiros perdidos, de acerto de contas entre traficantes de pouca importância, mas daquela que transcende os pequenos ressentimentos e as pequenas vinganças da gente miúda, da violência cujos atores são coletivos e escritos com maiúscula: Estado, Cartel, Exército, Frente. Nós, bogotanos, tínhamos nos acostumado com ela, em parte porque suas imagens nos chegavam com portentosa regularidade em noticiários e jornais.”
(Juan Gabriel Vázquez, “O ruído das coisas ao cair”)

No romance mencionado na epígrafe, Juan Gabriel Vázquez narra o tempo em que a a cidade de Bogotá começava a se desprender dos anos mais violentos de sua história recente. Ainda assim, mesmo que sem os episódios espetaculares da batalha urbana – o narcotraficante que mandava mais que o presidente, os assassinatos nas ruas centrais em qualquer hora do dia, os aviões que caíam com bombas do Cartel de Medellín – as balas e as mortes nunca largaram a Colômbia de vista. Mais do que nada, muito se explica pela alta desigualdade social que coloca o país como o terceiro maior abismo entre ricos e pobres do continente, e pela vigência do conflito armado que se estende ao longo das décadas. (more…)

Anúncios